O governador Renan Filho afirmou que o avanço das obras de duplicação abre caminho para que Alagoas se transforme no Estado com a melhor infraestrutura viária voltada ao turismo do Nordeste brasileiro. Acelerando as obras neste sentido, ele e o secretário do Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, assinaram, nesta quarta-feira (02), a ordem de serviço para a duplicação da AL-101 Norte, no trecho entre a Garça Torta, em Maceió, e a Barra de Santo Antônio.

“Duas obras impactarão muito positivamente a economia do Estado: uma é o saneamento da região metropolitana de Maceió, que traz uma externalidade muito positiva para o fortalecimento do turismo e a chegada de novos investimentos; e a outra é a duplicação para o Norte, que é a nossa principal vitrine do turismo, ao lado da capital”, destacou Renan Filho.

Com 28 quilômetros de extensão, o trecho duplicado a ser implantado funcionará como Via Expressa, afastando-se da estrada existente, que se transformará em via local e receberá obras de urbanização. Dessa forma, o traçado do novo segmento difere do trecho já duplicado da AL-101 Norte – entre a Escola Fazendária e a Garça Torta, que segue paralelamente à via existente.

Márcio Ferreira

“A partir da Garça Torta, o trecho segue paralelamente, mas por cima. A via existente será uma via de charme, diferente da duplicação. Ela vai continuar, mas nós vamos urbanizar todos os trechos que têm densidade considerável, a exemplo de Ipioca, Pescaria, Paripueira; isso na parte baixa, que a gente está licitando. Hoje, a ordem de serviço é para a via que vai interligar a Garça Torta, por cima, até a Barra de Santo Antônio, porque assim livra de desapropriações para que a gente possa fluir com essa obra”, explicou Mosart Amaral.

A assinatura da ordem de serviço foi realizada no Auditório Aqualtune, em solenidade restrita, obedecendo aos protocolos sanitários estabelecidos contra a Covid-19 e com transmissão pelas redes oficiais do Governo do Estado. Na ocasião, Renan Filho recordou que ao assumir a gestão, Alagoas só tinha 30 km de estradas duplicadas.

“Agora, já são quase 150 km duplicados e, em médio prazo, cerca de um ano e meio a dois anos, Alagoas vai ter 450 km de rodovias duplicadas. Isso será um grande avanço para o Estado, para a segurança das pessoas e para a recepção de novos investimentos”, projetou Renan Filho que, na próxima segunda-feira (07), assina mais uma ordem de serviço, desta feita para a duplicação de Arapiraca a Delmiro Gouveia, no Sertão, outro importante polo turístico de Alagoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP