Alagoas registra mais 18 mortes por Covid: sete em Maceió e 11 no interior

Alagoas tem, oficialmente, 178,2 mil casos confirmados e 4.347 óbitos provocados por Covid. O boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) desta sexta-feira (7) aponta 854 novos infectados e 18 mortes nas últimas horas. Há 3,2 mil pessoas em isolamento domiciliar, 169,9 mil recuperados da doença e 10,7 mil em investigação laboratorial.

Sete das 18 vítimas eram de Maceió (três homens de 51, 65 e 66 anos e quatro mulheres de 58, 60, 64 e 69 anos) e 11 do interior (seis homens de 46, 49, 55, 59, 73 e 80 anos e cinco mulheres de 52, 65, 76, 77 e 89 anos).

Em relação ao quadro total de óbitos em Alagoas, estão confirmados 4.347 óbitos por Covid-19, mas, oito deles, eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres. Das 4.339 mortes de residentes em Alagoas, 2.415 eram do sexo masculino e 1.924 do sexo feminino (1.999 residiam em Maceió e 2.340 no interior).

“O homem de 51 anos era diabético, tinha problemas psiquiátricos e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; o homem de 65 anos tinha doença renal crônica, hipertensão e morreu no Hospital Medradius, em Maceió; o homem de 66 anos era diabético, hipertenso e morreu na Santa Casa de Maceió; a mulher de 58 anos tinha depressão, ansiedade, obesidade e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; a mulher de 60 anos era hipertensa e morreu no Hospital do Coração de Alagoas, em Maceió; a mulher de 64 anos era obesa e morreu no Hospital Veredas, em Maceió; e a mulher de 69 anos era hipertensa, diabética, ex-tabagista e morreu no Hospital Universitário (HU) de Maceió”, informa trecho do boletim da Sesau.

No interior, o homem de 46 anos era de São José da Laje, tinha hipertensão, diabetes e morreu no Hospital Regional da Mata (HRM), em União dos Palmares; o homem de 49 anos residia em Craíbas, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Chama, em Arapiraca; o homem de 55 anos morava em São José da Laje, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Regional da Mata (HRM), em União dos Palmares; o homem de 59 anos morava em Arapiraca, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Regional de Arapiraca; o homem de 73 anos residia em Coité do Nóia, era hipertenso e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; o homem de 80 anos morava em Arapiraca, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Regional de Arapiraca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP