Alagoas tem mais 20 mortes por Covid; jovem de 16 anos está entre as vítimas

Entre as vinte mortes confirmadas, nove vítimas eram da capital alagoana e 11 do interior do Estado. As vítimas de Maceió eram três homens de 57, 62 e 69 anos e seis mulheres de 41, 61, 66, 80, 81 e 89 anos.

O homem de 57 anos era ex-tabagista, hipertenso, diabético e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; o homem de 62 anos era ex-tabagista e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o homem de 69 anos era obeso, diabético, tinha doença cardiovascular e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; a mulher de 41 anos não tinha comorbidades e morreu no Hospital Universitário (HU) de Maceió; a mulher de 61 anos tinha hipotiroidismo, hipertensão arterial e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; a mulher de 66 anos era hipertensa e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; a mulher de 80 anos era hipertensa, diabética e morreu também no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; a mulher de 81 anos tinha Alzheimer e morreu no Hospital Medradius, em Maceió; e a mulher de 89 anos era hipertensa e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió.

Em relação às 11 vítimas que residiam no interior do Estado, eram sete homens de 16, 48, 51, 66, 72, 80 e 86 anos e quatro mulheres de 49, 50, 64 e 65 anos. O homem de 16 anos era de Rio Largo, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o homem de 48 anos morava de São Miguel dos Campos, era obeso e morreu na Santa Casa de São Miguel dos Campos; o homem de 51 anos, residia em Branquinha, tinha doença cardiovascular crônica e morreu no Hospital Regional da Mata (HRM), em União dos Palmares; o homem de 66 anos morava em Porto Calvo, era diabético e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o homem de 72 anos residia em Arapiraca, era tabagista e morreu no Hospital Chama, em Arapiraca; o homem de 80 anos era de Porto Calvo, tinha doença cardíaca crônica e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o homem de 86 anos residia em Traipu, tinha doença cardiovascular e morreu em seu domicílio; a mulher de 49 anos morava em Passo do Camaragibe, tinha doença mental, hipertensão e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; a mulher de 50 anos morava em Junqueiro, não tinha comorbidades e morreu também no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; a mulher de 64 anos era de Murici, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Regional da Mata (HRM), em União dos Palmares; e a mulher de 65 anos residia em Arapiraca, era, hipertensa, diabética e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP