Alagoas ultrapassa 120 mil casos confirmados de infecção pelo coronavírus

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) informa, nesta sexta-feira (5), que Alagoas ultrapassou 120 mil casos confirmados de Covid-19 e concentra 2.788 óbitos provocados pelo coronavírus. Quatro vítimas que não resistiram às complicações da doença residiam em Maceió e quatro nos municípios de São Miguel dos Campos, São José da Tapera, Junqueiro e Quebrangulo.

O Boletim Epidemiológico da Sesau confirmou mais 570 novos casos de Covid-19 em Alagoas e oito mortes causadas pelo coronavírus. Dessa forma, o estado tem um total de 120.028 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 2.009 estão em isolamento domiciliar. Outros 114.837 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 7.544 casos em investigação laboratorial.

“Os casos confirmados de pessoas com a Covid-19 estão distribuídos nos 102 municípios alagoanos. Em relação ao quadro total de óbitos em Alagoas, estão confirmados 2.788 óbitos por Covid-19, mas, oito deles, eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres. Dos 2.780 óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 1.556 eram do sexo masculino e 1.224 do sexo feminino. Eram 1.254 pessoas que residiam em Maceió e as outras 1.526 moravam no interior do Estado”, segundo o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), da Sesau.

As oito mortes confirmadas, laboratorialmente, eram de quatro vítimas da capital alagoana (três mulheres de 54, 69 e 86 anos e um homem de 54 anos) e quatro do interior do estado (três homens de 46, 56 e 59 anos e uma mulher de 63 anos).

“A mulher de 54 anos era ex-tabagista e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; a mulher de 69 anos era hipertensa e também morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; a mulher de 86 anos era hipertensa, tinha cálculos na vesícula biliar, hipotireoidismo, Alzheimer e morreu na Santa Casa de Maceió; e o homem de 54 anos era obeso, tabagista, tinha doença cardiovascular e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió”, informa a Sesau.

Em relação às vítimas que residiam no interior do Estado, eram três homens de 46, 56 e 59 anos e uma mulher de 63 anos. O homem de 46 anos, morava em São Miguel dos Campos, tinha diabetes, doença cardiovascular e morreu na Santa Casa de São Miguel dos Campos; o homem de 56 anos, residia em São José da Tapera, tinha doença cardiovascular, diabetes e morreu no Hospital Clodolfo Rodrigues, em Santana do Ipanema; o homem de 59 anos, morava em Junqueiro, era hipertenso e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; e a mulher de 63 anos, residia em Quebrangulo, tinha doença cardiovascular e morreu no Hospital Regional Santa Rita, em Palmeira dos Índios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP