Além de goleiro, Victor Souza, do CRB, passa o tempo em casa sendo empresário

Em Alagoas, assim como outros Estados, os clubes ainda não tiveram o aval para o retorno dos treinamentos presencialmente, restando a opção do ‘home training’, que se tornou uma prática comum entre os clubes do Estado. Em entrevista à Rádio Maceió 1020 AM, nessa quarta (19), o goleiro do CRB, Victor Souza, explicou como está sendo o treino para os goleiros.

“Os treinos focam no reflexo e tempo de bola, além da velocidade. A técnica é totalmente diferente dos outros jogadores de linha”, disse Victor. O guarda-redes regatiano ainda mencionou ter conseguido uma quadra, junto do preparador de goleiro Luciano Fragoso. “Conseguimos essa quadra, onde fizemos alguns treinamentos. Depois, paramos por achar que daria algum problema para o CRB. Agora, resta esperar para darmos continuidade aos treinamentos”, completou.

Em casa há mais de 60 dias, devido à pandemia do novo coronavírus, o goleiro de 27 anos avalia o momento que está acontecendo no mundo, “É bem delicado o que estamos vivendo. Fiquei preocupado com minha família que mora em São Paulo. O ápice está acontecendo lá, então acabei ficando em Maceió com minha esposa. Estou trabalhando e me dedicando”, comentou o arqueiro do Galo.

Victor também falou como está se distraindo durante a quarentena. “Estamos vendo muitos filmes e séries todos os dias. E ainda tenho uma loja virtual de luvas para goleiros há três anos. Sou empresário também. Então acabo passando o tempo com isso. Converso com cliente e fornecedores”.

Um dos jogos mais emblemáticos do CRB nesta temporada foi na vitória, por 2×0, contra o Cruzeiro, em pleno Mineirão. Na ocasião, Victor Souza era o goleiro titular e recebeu um dos destaques da partida “Foi um jogo inesquecível, o mais importante para nós. Conseguimos fazer o que Marcelo Cabo nos ensinou e tivemos êxito. Fomos letais no ataque e seguros na defesa. Conseguimos um grande placar. Sem dúvidas, nossa melhor atuação do ano”, avaliou.

Por fim, o goleiro do Regatas chegou a dar uma previsão de como pode ser o cenário do time após o retorno do futebol no país, ainda mais sobre o segundo jogo contra o Cruzeiro, pela terceira fase do Nacional.

“Sem dúvidas, o cenário será diferente. Vivíamos nosso melhor momento, com grande atuações. Tudo que o treinador tentou implementar durante a pré-temporada, conseguimos fazer contra o Cruzeiro. Nossa fase era boa, e a do Cruzeiro, ruim. Vinha de derrotas, lutando para não cair no Mineiro. Mas eles trouxeram novos jogadores e um novo treinador também. Isso vai mudar o ânimo e o jeito de jogar”, concluiu Victor, que afirmou uma possível dificuldade no jogo da volta contra o time mineiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP