CBF pede explicações sobre falha do VAR e diz que gol foi checado: “Não foi constatado nenhum erro claro”

Depois de muita reclamação do Vasco, pelo gol sem utilização da tecnologia do VAR, na partida contra o Internacional, a CBF se pronunciou em nota da Comissão Nacional de Arbitragem pouco depois das 21h. De acordo com o comunicado, houve checagem do gol de Rodrigo Dourado, apesar da falha do VAR, e “não foi constatado nenhum erro claro da arbitragem de campo”.

A diretoria do Vasco vai pedir anulação da partida no STJD. Em coletiva de imprensa, o diretor de futebol Alexandre Pássaro e o técnico Vanderlei Luxemburgo cobraram explicações sobre a falha do equipamento. O treinador revelou que a equipe pensou em não voltar para a segunda etapa.

A CBF diz que vai pedir esclarecimentos sobre o problema na partida, pois “prejudicou a utilização da linha de impedimento tridimensional em um dos lances do jogo” – sem dar detalhes e sem informar como foi realizada a checagem sem as linhas que calculam possível impedimento.

“A Comissão Nacional de Arbitragem solicitou à empresa Hawk-Eye, responsável pela operação dos equipamentos do VAR, esclarecimentos sobre a questão técnica que prejudicou a utilização da linha de impedimento tridimensional em um dos lances do jogo entre Vasco e Internacional, válido pelo Campeonato Brasileiro, realizado neste domingo, dia 14.

A Comissão destaca que o lance, do primeiro gol do Internacional, mesmo assim foi checado pela equipe do VAR, não sendo constatado nenhum erro claro da arbitragem de campo. Portanto, conforme os princípios do Protocolo do VAR, foi corretamente mantida a decisão de campo de validar o gol.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP