Com 46,6% do estoque necessário, Hemoal Maceió abre no Carnaval para receber doações de sangue

Hemoal Maceió, situado no bairro Trapiche, vai abrir no sábado, segunda e terça de Carnaval  Hemoal Maceió, situado no bairro Trapiche, vai abrir no sábado, segunda e terça de CarnavalCarla Cleto

Texto de Josenildo Torres

 Em meio à pandemia da Covid-19 as festividades carnavalescas estão proibidas. Mas, a folia de momo pode ser trocada pela prática de um gesto solidário, que pode salvar até quatro vidas. Oportunidade para isso não irá faltar, uma vez que a Unidade Maceió do Hemocentro de Alagoas (Hemoal) irá funcionar para doação sanguínea durante o período de momo, quando cada voluntário será homenageado com uma camisa. O objetivo da ação é estabilizar o estoque de sangue, que possui apenas 46,6% do necessário, conforme dados divulgados nesta quinta-feira (11).

Isso representa que o Hemoal Maceió, situado no bairro Trapiche, ao lado do Hospital Geral do Estado (HGE), só dispõe de 140 bolsas de sangue, das 300 que são necessárias para atender a demanda transfusional dos hospitais e maternidades do Estado. Do total de bolsas existentes no estoque, a única tipagem satisfatória é a A positiva, com 98 unidades. Já as tipagens B positiva, O positiva e O negativa, estão com quantitativos considerados críticos.

Por esta razão, o Hemoal Maceió, irá funcionar no sábado (13), das 7h30 às 17h; na segunda-feira (15), das 7h30 às 17h; e na terça-feira (16), das 7h às 13h. Na quarta-feira (17), a unidade volta ao seu horário habitual, das 7h às 18h, sem intervalo para o almoço, conforme cronograma estabelecido pela Gerência da Hemorrede Pública de Alagoas.

Segurança dos voluntários – Para garantir a segurança dos candidatos à doação de sangue, o Hemoal irá disponibilizar totens com álcool em gel a 70% e as poltronas da recepção estão sinalizadas para que o distanciamento social seja mantido. Além destas medidas, todos os voluntários devem estar usando máscara no momento da doação, evitando disseminar ou contrair o novo coronavírus.“Em meio a pandemia da Covid-19, refletimos sobre o nosso papel na sociedade e a importância da vida. E não há gesto mais nobre do que ajudar a salvar a vida de alguém. Ato que pode ser concretizado através da doação de sangue, que é simples, não coloca a saúde em risco e, ainda, pode salvar, desde uma pessoa que sofreu um acidente de trânsito, até um paciente que está em tratamento devido às complicações da Covid-19”, salientou a gerente do Hemoal, médica Verônica Guedes.

Critérios para doação – Para doar sangue, os candidatos devem ter peso igual ou superior a 50 quilos, no mínimo 16 anos de idade e estar portando um documento de identificação com foto. Os voluntários não podem ter contraído doença de Chagas, Aids, sífilis e, nos últimos dez anos, hepatite.Ao comparecer ao Hemoal Maceió, no Trapiche, é necessário estar bem alimentado. Com relação às gestantes e lactantes, não é permitida a doação e, para os doadores que irão repetir o procedimento, é estipulado um prazo de dois meses para os homens e três para as mulheres.

Covid-19 – No caso das pessoas que contraíram a Covid-19, ficam impedidas de doar sangue pelo período de 30 dias, contados após a recuperação. Já os que tiveram contato com pessoas infectadas, só podem doar sangue se não apresentarem sintomas nos 14 dias subsequentes.Caso o candidato a doação de sangue tenha sido vacinado contra o novo coronavírus com o imunizante CoronaVac, deve ser respeitado um intervalo de 48 horas após cada dose. Se a vacina recebida foi a AstraZeneca, a doação só pode ocorrer após o sétimo dia de recebida a dose.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP