Com facilide, Coruripe vence o CSA por 3 a 0 e garante a primeira colocação do Grupo B da Copa Alagoas

Precisando da vitória para ter chances de classificação, o CSA recebeu o Coruripe no Nelson Peixoto Feijó na tarde deste domingo (7). Apesar de já estar garantido na semifinal, o Hulk levou o duelo muito a sério e bateu o Azulão por 3 a 0, aniquilando de vez o sonho dos aspirantes azulinos de avançar à próxima fase da Copa Alagoas. Com isso, o Verdão Praiano terminou a primeira fase na liderança do Grupo A. Os gols da partida foram marcados por Pedrinho, Jan Pietter e João Grilo.

Mesmo se tivesse vencido os alviverdes, o time marujo ainda não se classificaria. Além de bater a equipe praiana, o Azulão ainda teria que contar com um empate na partida entre CEO e Jaciobá, que chegou ao fim com a vitória do Azulão do Sertão.

Semifinais definidas

Com a consolidação da liderança na sua chave, o Coruripe irá enfrentar o Desportivo Aliança, segundo colocado do Grupo B nesta quarta, às 16h, em casa, no Gerson Amaral. Já o Jaciobá irá enfrentar o ASA no mesmo dia, às 20h, no Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca.

Primeiro tempo

O duelo teve um início muito estudado, com as equipes tendo cautela na hora de investir. Porém, não demorou muito para o Hulk dominar as ações ofensivas da peleja e rondar a zona de perigo. Logo na primeira oportunidade, aos 6 minutos, o time do litoral sul alagoano conseguiu balançar o capim no fundo do gol. Pedrinho foi acionado na entrada da área, soltou o limão e a redonda morreu no lado direito do goleiro João Vitor. Placar aberto no Nelsão: CSA 0x1 Coruripe.

Pedrinho (acima, ao centro) comemora o primeiro gol do Coruripe — Ailton Cruz

Mesmo com a vantagem, o Verdão Praiano não ficou satisfeito e continuou em cima, empurrando os marujos contra a parede. Com o alto ímpeto, os alviverdes chegaram ao segundo. Após um levantamento após cobrança de escanteio aos 11 minutos, o zagueiro Jan Pietter entrou no meio da defesa azulina, subiu mais alto que todos e cabeceou forte. O arqueiro João Victor nada pode fazer e a pelota encontrou as redes novamente. Vantagem ampliada: CSA 0x2 Coruripe.

Sofrendo com um problema gigante logo no início, o Azulão até tentou a investida, mas viu o ataque adversário ameaçar novamente, desta vez no contra-golpe. Após uma falha de marcação, o volante Victor Hugo foi acionado em velocidade aos 21 minutos, carregou do meio de campo até a área e ficou cara a cara com o perigo. O arqueiro azulino hesitou na saída e o jogador alviverde conseguiu chutar, mas o zagueiro Tito conseguiu atrapalhar o remate e a redonda explodiu o poste esquerdo.

Logo depois da grande chance criada, o Hulk voltou a ser soberano e ficar com a posse da bola. O ataque do time praiano foi bem acionado e circulou bastante em volta da área maruja. Assim, o Verdão conseguiu ampliar aos 32 minutos. Em cobrança de falta pela direita, João Grilo bateu rasteiro, no lado do goleiro e anotou um lindo tento. Mais um no Nelson Feijó: CSA 0x3 Coruripe.

 

João Grilo bateu embaixo e venceu João Vitor — Ailton Cruz

Ainda com o marcador apontando uma vantagem elástica, o Verdão Praiano continuou insistindo e o quarto não saiu por muito pouco. Em outra cobrança de falta, praticamente do mesmo local do terceiro gol, João Grilo se apresentou novamente para assumir e, na cobrança, mandou por cima da barreira e explodiu o travessão.

João Grilo, em outra cobrança de falta, bateu bonito e carimbou o travessão azulino — Ailton Cruz

Etapa complementar

A segunda parte do espetáculo teve um início conturbado. O duelo ficou paralisado no intervalo após a única ambulância presente no Nelsão ser acionada para transportar Jan Pietter ao hospital. O zagueiro do Coruripe tinha levado uma pancada na cabeça e precisou de atendimento médico.

A bola voltou a rolar após mais de meia hora de atraso. A parada não programada esfriou as equipes e a disputa perdeu em emoção e intensidade. O Hulk, com o placar já construido na primeira etapa, recuou suas linhas e jogou mais recuado, apostando na posse de bola na faixa média da cancha.

Na segunda etapa, Hulk colocou o pé no freio e fez o seu jogo no meio de campo — Ailton Cruz

Depois dos 15 minutos, o Azulão passou a ser mais impetuoso, mas não conseguiu chegar com perigo e assustar a defesa alviverde. O Verdão Praiano até tentou criar em situações de contra-ataque, mas não conseguiu realizar ligações.

Com o bom momento na partida, o time marujo chegou até a balançar as redes aos 21 minutos, mas o gol foi invalidado. Em jogada na esquerda, Bruno Rafael acionou Danilo, que cruzou rasteiro na área. A redonda bateu na zaga e foi desviada para o fundo dos barbantes. Porém, Danilo estava numa posição irregular quando recebeu a redonda.

Azulão se lançou ao ataque para fazer o gol de honra, mas a ofensiva azulina passou em branco — Ailton Cruz

O lance causou instigação nos jovens atletas azulinos, que se lançaram até o final na busca do gol de honra. O ataque alviceleste até conseguiu se infiltrar na área adversária, mas o tento de desconto acabou não chegando. Fim de jogo no Nelsão: CSA 0x3 Coruripe.

Com a vitória, Coruripe garantiu o primeiro lugar no Grupo A — Ailton Cruz

CSA – João Vitor; Athirson Alves, Almir Luan, Tito e Danilo; Andrey Rafael, Vinícius Santos e Zé do Carmo; Wallace Batista, Bruno Rafael e João Paulo. Técnico: Adriano Rodrigues.

Coruripe – Alexandre; João Felipe, Jan Pietter, Marcelo e Jordan; Victor Hugo, João Grilo e Pedrinho; Jonny, Hudson e Everson. Técnico: Elenilson Santos.

Árbitro – Francisco Carlos do Nascimento (CBF/AL).

Assistentes – Ana Paula dos Santos (CBF/AL) e Maria de Fátima Mendonça (CBF/AL).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP