Dois pacientes vindos de Manaus morrem no Hospital Metropolitano em Maceió

Dois pacientes trazidos de Manaus para serem tratados da Covid-19 em Alagoas morreram no Hospital Metropolitano, situado no bairro Cidade Universitária, em Maceió. Um homem de 36 anos veio a óbito na madrugada do dia 24 e uma mulher de 46, na manhã do dia 25. Ambos estavam na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em estado grave.

Devido à crise na Saúde, na cidade de Manaus, 30 pacientes foram transferidos para o Estado. No último dia 20, 14 pessoas foram internadas no Hospital Metropolitano, na parte alta de Maceió, e no Hospital da Mulher, no bairro do Poço, parte baixa da capital. Já no dia 26, mais 16 pacientes chegaram em um avião aeromédico da Força Aérea Brasileira (FAB) e ficaram internados no Hospital Universitário Prof. Alberto Antunes (HUPAA), vinculado à Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Segundo o médico e superintendente do Hospital Universitário, Célio Fernando Rodrigues, o pedido para que a unidade hospitalar recebesse os pacientes foi feito pelo Ministério da Saúde (MS) aos hospitais que compõem a rede federal.

Ao todo, 35 leitos em Alagoas foram colocados à disposição do Governo do Amazonas. Desde o dia 15 deste mês, pacientes vem sendo transferidos para unidades hospitalares do Acre, Distrito Federal, Maranhão, Pernambuco, Piauí, Paraíba, Rio Grande do Norte, Pará e Goiás. A expectativa é enviar 235 pacientes com a doença para serem tratados em outros estados.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (SESAU/AL) confirmou o fato, ao mesmo tempo que lamentou as mortes.

Veja a nota na íntegra:

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) confirma e, ao mesmo tempo lamenta, o falecimento de dois pacientes vindos do Amazonas, que estavam recebendo tratamento contra a Covid-19, no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA).

Os óbitos por Covid-19 ocorreram nos dias 24 e 25 de janeiro e as vítimas eram um homem de 36 anos e uma mulher de 46 anos. Ambos estavam internados na UTI do HMA.

A Sesau esclarece que o Serviço Social e de Psicologia do Hospital Metropolitano de Alagoas manteve contato com os familiares das duas vítimas para informar as causas do falecimento e que todas as medidas administrativas foram adotadas pelo Estado de Alagoas e em contato com o Governo do Amazonas, os corpos das vítimas foram encaminhados para sepultamento no estado de origem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP