Prevenção: Samu higieniza estrutura física dos prédios da Central Maceió

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) sanitizou a estrutura física da Central Maceió e das Bases Descentralizadas da Serraria e do Trapiche. A ação representa mais uma medida para evitar que os servidores que atuam nas unidades venham a ser contaminados pelo novo Coronavírus.

O procedimento de desinfecção foi feito nos alojamentos, pátio, ambulâncias, paredes, copa e demais áreas dos prédios pertencentes ao Samu Alagoas e localizados na capital. A sanitização foi feita por uma empresa contratada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

De acordo com Edivânia Salvador, enfermeira do setor de controle de infecção pré-hospitalar do Samu, a empresa contratada utilizou o quaternário de amônio e o cloridrato de Polihexametileno Biguanida para fazer a desinfecão.

“Esses dois produtos são pulverizados no ar e assim eliminam as partículas dos vírus que estejam nas superfícies como bancadas e paredes, além das demais dependências do Samu, assim como nas ambulâncias. Os produtos não são tóxicos e não causam alergias nos servidores”, salientou a enfermeira.

Segundo Josileide Costa, supervisora geral do Samu Alagoas, o procedimento de sanitização traz uma maior segurança para os profissionais que transitam nas dependências do Samu. A desinfecção das dependências das Bases Descentralizadas do Samu na capital alagoana serão realizadas a cada 10 dias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP