Sesau registra mais nove mortos por Covid-19, entre eles uma criança de 10 anos

O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), desta quarta-feira (20/01), confirma mais 379 novos casos de Covid-19 em Alagoas. Dessa forma, o estado tem um total de 112.476 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 2.781 estão em isolamento domiciliar. Outros 106.681 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 8.328 casos em investigação laboratorial. Foram registradas mais nove mortes em território alagoano. Com isso, Alagoas tem 2.647 óbitos por Covid-19.

Entre os óbitos está o de uma criança de 10 anos, que residia em Santana do Mundaú, Zona da Mata de Alagoas. De acordo com informações do boletim, ela não tinha comorbidades e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió.

Os casos confirmados de pessoas com a Covid-19 estão distribuídos nos 102 municípios alagoanos. Em relação ao quadro total de óbitos em Alagoas, estão confirmados 2.647 óbitos por Covid-19, mas, oito deles, eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres. Dos 2.639 óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 1.477 eram do sexo masculino e 1.162 do sexo feminino. Eram 1.179 pessoas que residiam em Maceió e as outras 1.460 moravam no interior do Estado, segundo o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), da Sesau.

Óbitos – No boletim desta quarta-feira (20/01), mais nove mortes foram confirmadas, laboratorialmente, por causa do novo coronavírus, sendo cinco vítimas da capital alagoana e quatro do interior do Estado. As vítimas de Maceió eram quatro mulheres de 48, 82, 85 e 87 anos e um homem de 34 anos.

A mulher de 48 anos não tinha comorbidades e morreu na Santa Casa de Maceió; a mulher de 82 anos tinha sequelas de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; a mulher de 85 anos tinha asma, hipertensão arterial e morreu no Hospital da Unimed Maceió; a mulher de 87 anos tinha diabetes, havia amputado a perna direita e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió; e o homem de 34 anos era obeso, hipertenso, diabético e morreu no Hospital Arthur Ramos, em Maceió.

Em relação às vítimas que residiam no interior do Estado, eram três homens, sendo uma criança de 10 anos e dois adultos de 45 e 52 anos, além de uma mulher de 75 anos. o homem de 45 anos, residia em Arapiraca, não tinha comorbidades e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; o homem de 52 anos, morava Arapiraca, era hipertenso, diabético e morreu no Hospital Arthur Ramos, em Maceió; e a mulher de 75 anos, era de Campo Alegre, tinha sequelas de um Acidente Vascular Encefálico (AVE) e morreu no Hospital Regional de Arapiraca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP