Acordo entre Arthur Lira e Renan Filho só sai se governador “abrir mão do sucessor”

O recado foi dado em meio a um grupo de mais de20 prefeitos na semana passada, logo após a inauguração de um residencial em Junqueiro. O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) disse que pode até fazer um acordo com o governador Renan Filho, desde que ele abra mão de indicar o sucessor.

Em caso de afastamento de Renan Filho, o grupo de Arthur Lira quer indicar o governador tampão, que seria também o candidato a reeleição.

É tudo que o grupo de Renan Filho não quer. É tudo que o governador não deve fazer.

Ou seja, a possibilidade de um acordo entre as duas principais lideranças do Estado do momento é mínima. Praticamente zero.

Lira e Filho continuam trabalhando para fortalecer suas bases e disputam, prefeito a prefeito, vereador a vereador, espaço nos 102 municípios. Mas tudo aponta hoje para a permanência do governador no cargo até o final. Essa seria a melhor chances de defesa do “legado” e de eleição de um sucessor.

Ao que se sabe, o governador não abre mão de indicar o governador tampão. Sem um nome de sua escolha, já avisou, prefere ficar até o final.

A conferir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP