Gás deve chegar a R$ 85,00 em Alagoas

O gás de cozinha está mais caro. O novo aumento começou a valer a partir dessa terça-feira (02). Em Maceió, nos principais revendedores, o gás está sendo comprado pelos consumidores entre R$ 85 a R$ 100, a depender da forma de pagamento. Para o revendedor de gás, a situação vem se complicando a cada mês.

Agenor Dirceu, de 46 anos, dono da Agenor Água e Gás, localizada em um dos bairros mais populosos da capital alagoana, o Jacintinho, acredita que os vendedores estão aflitos com os aumentos, que estão acontecendo, pelo menos, duas vezes ao mês.

“Quem vende gás, hoje, está sofrendo, porque a gente não ganha dinheiro. O gás está aumentando todo mês, dois aumentos, da Petrobras e pelo Governo. A população vai deixando de comprar”, disse.

 

Ele vendia o botijão na média dos R$ 75, mas acredita que, a partir de agora, vai ter que cobrar R$ 80. Dirceu fala, ainda, sobre a reclamação constante dos clientes “Todo mundo reclama, ninguém fica satisfeito. Também sou consumidor e garanto que não é bom para ninguém”.

 

No bairro do Feitosa, Jonathan Floriano, de 25 anos, responsável pela revendedora Cícero Água e Gás, diz que não teve problemas com o aumento por ainda ter um estoque antigo, porém, já está se preparando para a próxima leva.

“Os clientes não estão tão atentos aos ajustes constantes, só percebem quando ouvem o preço final”, revela. Atualmente, ele vende o botijão de gás a R$ 75, mas, ao fazer as contas, percebeu que vai precisar ajustar entre R$ 80 e R$ 85. Floriano também afirma que vem recebendo muitas reclamações pelos aumentos no preço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP