Hotelaria de Maceió tem o 5º maior índice de reservas do Brasil

Levantamento feito pela plataforma de reservas de hotelaria Omnibees mostra que até o último dia 31 de agosto Maceió registrou o quinto maior índice de reservas de hotelaria do Brasil. A plataforma especializada reúne mais de 5.100 hotéis. Maceió é a segunda cidade nordestina mais bem posicionada no ranking, atrás somente de Ipojuca, no litoral pernambucano.

Segundo o levantamento, Maceió concentra 3,09% de todas as reservas feitas nos site. O primeiro lugar do ranking é ocupado por São Paulo, responsável por 8,12% das reservas da hotelaria brasileira.

De acordo com os números, entre 22 de março e 31 de agosto deste ano foram realizadas 10,6 milhões de pesquisas acerca da capital alagoana, o que corresponde a 3,12% de todas as pesquisas do site. O ranking é composto por 20 cidades que, segundo o levantamento, concentram 55,64% de todas as reservas geradas no Brasil pela plataforma Omnibees, além de 71,48% de todas as pesquisas por hotel.

Outro dado mensurado é a antecedência com que as pessoas fazem suas reservas em hotéis. Segundo os números, na última semana de agosto foi registrada a menor antecedência do ano nas reservas feitas para Maceió, 35 dias.

A maior antecedência registrada nas reservas para capital alagoana foi registrada na última semana de março, 153 dias. Belo Horizonte é a cidade que registrou a menor antecedência, 6,67 dias. Os gráficos mostram que, de forma geral, a antecedência entre a reserva e a hospedagem cresceu muito no início da pandemia, mas vem registrando queda semanalmente. Todavia, segundo o executivo da Omnibees Emanoel Lima, o principal indicador avaliado é o percentual de reservas atual em relação a semana de pico, que foi em 19 de janeiro esse ano. Esta é a semana em que houve mais reservas no ano corrente até o momento. Nesse quesito Maceió registrou em 31 de agosto um percentual de 69,27%. No Nordeste somente a cidade de Ipojuca registrou taxa maior do que Maceió, ficou com 76,98%. Em todo o País, cidades como Campos do Jordão (SP) e Mata de São João (BA) já geraram mais reservas que no período anterior à quarentena.

MOVIMENTAÇÃO

Os números da movimentação no Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares evidenciam a retomada do turismo. Dados da Aena, empresa administradora do terminal, mostram que o fluxo de passageiros no terminal cresceu 62,5% entre os meses de julho e agosto. Em números absolutos, cerca de 43 mil passageiros passaram pelo aeroporto alagoano no mês de agosto. Em julho, o número era pouco maior que 26 mil. Em abril, foram 7 mil pessoas. O número de voos diários seguem em recuperação. São 7 linhas diárias para São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Salvador. Em março, antes da pandemia, o número era de 26 voos diários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP