Presidente do Santos pede fim do VAR

Orlando Rollo, presidente do Santos, criticou fortemente a arbitragem do paraguaio Juan Benitez no empate em 1 a 1 com o Grêmio em Porto Alegre na noite da última quarta-feira, pelo jogo de ida das quartas de final da Libertadores da América.

O presidente do Peixe, inclusive, pediu o fim do VAR. O gol de pênalti de Diego Souza foi marcado aos 56 minutos do segundo tempo após toque no braço de Vinicius Balieiro. Antes, o juiz expulsou Pinares e voltou atrás, dando cartão amarelo para Diego Pituca. No fim, Pituca levou outra advertência e foi expulso.

“Resultado foi excelente, 1 a 1 na casa do adversário. Mas as circunstâncias tornam o resultado ruim. Arbitragem tenebrosa, péssima, ruim. Não digo nem que foi tendenciosa, é ruim mesmo. Um trapalhão. Teve problemas anteriores. Vamos reclamar na CBF, Conmebol. A gente é chato nessas reclamações. A gente reclama mesmo. Vamos pessoalmente. Peço apoio do presidente da CBF para isso não voltar a acontecer”, disse Rollo.

“VAR está acabando com o futebol. Torcedor não aguenta mais esperar cinco, 10, 15 minutos numa decisão. VAR perdeu sentido. Era para acabar com a polêmica, com lances claros e cristalinos, mas não é isso que acontece. Hoje é interpretação, cria problemas. Sou favorável ao fim do VAR. Serve para nada. Santos não vai deixar quieto. Vamos interpelar mais uma vez”, completou.

Blog com Terra Esportes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP