Renan Filho pode liberar empresas da quarentena, mas escolas seguem fechadas

O Decreto de Situação de Emergência nº. 69.501, do governo estadual, que estabelece restrições para o funcionamento de empresas do setor industrial, do comércio e serviços em Alagoas, tem validade até o próximo domingo, mas as medidas de isolamento social ou de ‘quarentena’ devem ser renovadas pelo governador Renan Filho (MDB).

Durante transmissão ao vivo pelas redes sociais, para divulgação do novo Boletim da Covid-19 em Alagoas, nesta sexta-feira,27, à noite, o governador antecipou que as medidas restritivas da circulação de pessoas serão renovadas. Renan Filho, no entanto, admitiu ‘flexibilizar’ no funcionamento de alguns setores.

“Vai ser renovado (o decreto). Está (a medida) em permanente análise. Ele encerra no domingo. Nós estamos conversando com a sociedade e verificando os melhores caminhos e vamos tomar a decisão técnica. Vamos respeitar a ciência, vamos respeitar as recomendações da Organização Mundial de Saúde”, disse.

Ao responder pergunta de um internauta, o governador reafirmou que “a quarentena vai ser prorrogada”, acrescentando “estamos avaliando o decreto até domingo e certamente o decreto irá adiante para várias áreas do estado, aulas também continuarão suspensas por um período”.

O governador afirmou ainda que definirá com representantes das empresas uma reabertura de vários setores, que poderá ser feita de forma gradual: “vamos discutir com os setores produtivos um caminho. Mas o fundamental é que os especialistas da área da saúde, com quem a gente conversa, entendem que nesse período, é um risco muito grande especialmente para os mais idosos a gente abrir de maneira geral e irrestrita, porque isso pode ser cobrado em vidas de nossos queridos adiante”, disse.

Segundo Renan Filho, o Estado precisa ‘ganhar tempo’ para estruturar a rede e saúde: “a gente precisa utilizar esse tempo para estruturar melhor o Estado. Construímos o Hospital da Mulher e agora mudamos o hospital para ser exclusivo de Covid-19. Na segunda-feira vamos entregar 20 leitos de UTI no Veredas, temos leitos de UTI no Sanatório e estamos ampliando a rede hospitalar”

O governador prometeu ainda montar um centro para atendimento de casos menos graves, uma área de retaguarda no Centro de Convenções e uma área para triagem do HGE, que será montada no Ginásio do Sesi “para que as pessoas com sintomas gripais não entrem no HGE, minimizando o risco de contágio daquela que é a maior unidade hospitalar do estado”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP