Apesar de variantes da Covid em AL, Governo diz que não vai endurecer medidas de isolamento social

 

Em coletiva concedida na manhã desta sexta-feira (19), o Governo de Alagoas informou que não vai endurecer as medidas de isolamento social, apesar da existência de duas variantes do coronavírus no estado, em plena pandemia. Ainda segundo o governador Renan Filho, o Instituto Butantan informou que deve enviar, apenas, um terço das doses previstas para os estados.

 

A redução de nove milhões para três milhões de doses da Coronavac deve tornar a vacinação no Estado de Alagoas mais lenta.

Ele anunciou que pretende mobilizar outros governadores para uma reunião com o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, a fim de cobrar maior celeridade na atuação federal pela imunização.

Quanto às novas medidas de isolamento social, em virtude da pandemia, o governador afirmou que não deve endurecer tais regras, apesar da confirmação de dois casos da variante brasileira do novo coronavírus em Alagoas.

Volta às aulas

Questionado pela imprensa sobre a volta às aulas, o Secretário de Educação do estado, Fábio Guedes, confirmou que as atividades devem retornar no dia 1º de março, como previsto anteriormente. Ele, contudo, disse que as aulas voltam “não necessariamente [de forma] presencial, aglomerando”.

Além disso, o governador falou em adequação das escolas e um plano para garantir a segurança da retomada. Ele repetiu, contudo, que as aulas podem não voltar de forma presencial imediatamente.

Combustíveis

Tema que não foi abordado pela coletiva, mas que não saiu da boca dos internautas, durante a transmissão ao vivo nas redes sociais, foi a alta no preço dos combustíveis em Alagoas.

Levantamento da ValeCard apontou que Alagoas tem a gasolina mais cara do Nordeste, com o valor chegando próximo a R$ 6,00 nas bombas. Internautas questionaram o governador sobre o valor do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no estado, um dos principais impostos que incidem sobre o combustível.

Além da tributação estadual, a Petrobras já aumentou o valor da gasolina quatro vezes somente em 2021. O presidente da República, Jair Bolsonaro, prometeu que “algo deve acontecer” na estatal, durante este ano, em live nas redes sociais, e criticou seu presidente, Roberto Castello Branco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP