Carnaval terá ponto facultativo com aumento de fiscalização para coibir aglomerações

Texto de Agência Alagoas

Com o crescimento da taxa de ocupação de leitos na Rede Pública Hospitalar, o governador Renan Filho anunciou, durante coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (10), que o Governo de Alagoas vai aumentar a fiscalização para coibir aglomerações nos dias de Carnaval. “Vamos colocar um grande efetivo na rua para ampliar a capacidade de fiscalização e para estarmos mais próximos em todos os lugares”, garantiu o chefe do Executivo estadual.

A capital e os municípios que tradicionalmente atraem maior número de foliões receberão atenção especial por parte das forças de segurança. “Vamos fazer fiscalização maior nas cidades em que [tradicionalmente] há mais eventos”, explicou o governador. “O secretário Alfredo Gaspar de Mendonça está preparando uma grande Operação Carnaval para marcar presença em todos os lugares de Alagoas”, revelou.

No pronunciamento, Renan Filho informou que manterá ponto facultativo no serviço público estadual durante o período e que, por enquanto, não haverá a publicação de novo decreto governamental com medidas que alterem o Plano de Distanciamento Social Controlado. Por outro lado, o governador reforçou que a colaboração da população é a medida mais eficaz no enfrentamento da pandemia.

“É importante que o cidadão compreenda que nenhuma fiscalização é capaz de fazer o que o cidadão pode fazer individualmente. O cidadão precisa ajudar. Quando mais consciente estiver a nossa gente, melhor será o resultado”, defendeu o gestor, ao lado do secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres.

A precaução do governador é motivada pelo aumento da taxa de ocupação de leitos exclusivos para Covid-19. O índice subiu 12% em dez dias – passando de 43% no dia 1º de fevereiro para 55% na última quarta-feira (10) – e ligou o sinal de alerta. “O aumento se deve à alta contaminação de jovens durante o mês de dezembro. Eles levaram o vírus para a sua residência, infectando os grupos mais vulneráveis”, apontou Alexandre Ayres.

“Está havendo segunda onda em Alagoas”, afirmou Renan Filho, que determinou ontem (09) a abertura de 130 novos leitos exclusivos para Covid-19, sendo 30 de UTI. “A ampliação é para manter a taxa de ocupação abaixo dos 60%. Alagoas tem se destacado em todo o Brasil pela capacidade de atender à população. Para isso, a gente também precisa que as pessoas colaborem, com as medidas de distanciamento, lavar as mãos com água e sabão ou álcool 70% e o uso de máscaras ao sair de casa”, reiterou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP